Assessoria de Imprensa

Ângela Portela diz ser responsabilidade do governo federal solucionar crise dos venezuelanos

 

Ao retomar as atividades legislativas no Senado, nesta quarta-feira, 7, a senadora Ângela Portela (PDT/RR) cobrou, mais uma vez, do governo federal, o cumprimento de sua responsabilidade para a solução do problema que Roraima enfrenta, neste momento, com o ingresso de mais de 50 mil venezuelanos, atingidos pela crise econômica e política, vivida pelo país vizinho.

“É constitucionalmente assegurado que é responsabilidade da União ajudar o Estado e sua população a superar essa crise migratória intensa”, afirmou, Ângela. Ela destacou o art. 21, da Constituição, que estabelece ser competência da União manter relações com Estados estrangeiros e executar o serviço de polícia de fronteiras, bem como planejar e promover a defesa permanente contra as calamidades públicas.

Segundo a senadora, a proporção de migrantes que ocupam Boa Vista, já supera cerca de 10% da população da capital. Para ela, “é evidente que o Estado não dispõe de infraestrutura suficiente para fazer frente a essa brutal e inesperada demanda”.

Segundo a senadora, “a crise gerada com a presença dos venezuelanos, tem causado impacto sobre a saúde, a educação e a segurança dos roraimenses.

_”Os serviços de saúde não estão dando conta de tanta demanda. Existe o risco de falta de vagas nas escolas. Aumentaram as ocorrências de furtos e roubos e alguns migrantes recorrem à prostituição para sobreviver”, descreveu, cobrando da esfera federal, reforço à segurança pública e auxílio emergencial às redes de saúde e educação.