Assessoria de Imprensa

Para Ângela Portela, aumento no preço de combustíveis é “traição aos brasileiros”

 

A senadora Ângela Portela (PDT/RR) afirmou nesta terça-feira (24), na tribuna do Senado, que a nova política de reajustes nos preços dos combustíveis no país é uma traição ao povo brasileiro. Para a senadora, a política de reajuste dos combustíveis adotada pela Petrobras vem causando um forte impacto no orçamento doméstico da população brasileira.

”Em pouco mais de dez meses, a Petrobras já promoveu quase 130 reajustes no valor da gasolina, sendo 116 vezes só no segundo semestre do ano passado”, criticou a senadora.

Tomando por base levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Ângela destacou que o valor médio da gasolina para o consumidor final subiu 9,16% em 2017, enquanto a inflação foi inferior a 3%.

A senadora lembrou também que o litro do combustível que valia R$ 3,75 nos últimos dias de 2016, hoje caminha para R$ 5, sendo que em Boa Vista, capital de Roraima, o preço médio do produto já chegou a R$ 4,27, conforme levantamento semanal da ANP.

Ângela disse ainda, que em dezembro de 2017, o valor médio da gasolina nos postos do país chegou a R$ 4,099, contra R$ 4,089 na semana anterior, uma variação de 0,24%.

Ela acusou o governo federal de estar “fazendo caixa às custas do povo brasileiro” e promovendo reajustes quase três vezes superiores aos índices gerais de preços.